Notícias > Notícias ABESPetro

08/09/2020

Petrobras conclui teste na área de Júpiter

Mais notícias

Fluido coletado validará tecnologia Hisep, cujo piloto será instalado na área de Mero 3 em 2024


A Petrobras concluiu o teste de formação em poço revestido (TFR) na área de Júpiter, na Bacia de Santos, informou a estatal na última sexta-feira (4/9). Segundo a Petrobras, os resultados obtidos confirmam “a excelente produtividade do poço”, com elevadas vazões, e reforçam a potencialidade da área.

Concluído em agosto, o teste foi realizado em intervalo de 150 m, dentro da coluna de gás de 226 m – de um total de 318 m de reservatório, explicou a Galp, parceira da estatal na área.

O fluido coletado, que apresenta alta razão gás-óleo e elevado teor de CO₂, será usado para validação da tecnologia Hisep da Petrobras, que permite a separação e reinjeção de grandes frações de gás associado rico em CO₂ no fundo do mar. “A calibração do Hisep com o fluido de Júpiter é essencial para a validação e qualificação da tecnologia, e pode potenciar a viabilidade de um projeto piloto para Júpiter”, escreveu a companhia portuguesa.

Atualmente em fase de qualificação, o piloto da tecnologia será instalada na área de Mero 3 em 2024, para a realização de testes de mais longo prazo.

Em abril, a ANP aprovou a prorrogação cautelar do Plano de Avaliação da Descoberta da área de Júpiter pelo prazo necessário. O Programa Exploratório Mínimo (PEM), que previa a perfuração de quatro poços, foi cumprido. A concessão BM-S-24 é operada pela Petrobras (100%), em parceria com a Petrogal Brasil (20%), subsidiária da Galp.

O elevado volume de CO₂ é também um desafio para o desenvolvimento do bloco de Peroba – do consórcio Petrobras, BP Energy e CNODC –, cujo poço pioneiro foi perfurado em janeiro de 2019. Conforme publicado, o resultado da aplicação do Hisep no fluido de Júpiter pode definir o futuro do ativo.

Fonte: Petróleo Hoje | Lais Carregosa

©Copyright ABESPetro 2018. Todos os direitos reservados.