Notícias > Notícias ABESPetro

08/05/2020

Karoon apresenta projeto ao Ibama

Mais notícias

Petroleira planeja perfurar até três poços na área da descoberta de Patola, em águas rasas da Bacia de Santos


A Karoon submeteu ao Ibama projeto para perfurar dois poços produtores e um contingente na área da descoberta de Patola, no sul da Bacia de Santos. Os poços Patola A e Patola B estão localizados em lâmina d’água de 321 m e 271 m, respectivamente, a 200 km da costa entre os estados de São Paulo e Paraná.

A descoberta fica na concessão BM-S-40, originária dos antigos blocos exploratórios S-M-1288 e S-M-1289. A australiana estima que existam 10,6 milhões de barris em recursos recuperáveis na área, com características semelhantes às reservas dos campos próximos, consideradas de boa qualidade e com óleo de 38º API.

As bases de apoio marítimo avaliadas para dar suporte à atividade são a da Nitshore Engenharia e Serviços Portuários S/A, da Brasco Logística Offshore e/ou o estaleiro Mac Laren Oil, todos em Niterói (RJ). Já a base aérea prevista é o Aeroporto de Navegantes, em Santa Catarina.

A presença de óleo em Patola foi comprovada com a perfuração do poço 4-SPS-91, pela Petrobras, em 2011. A decisão da Karoon de perfurar na área foi anunciada no ano passado, visando contribuir para o aumento da produção do campo de Baúna — ativo adquirido da Petrobras em 2019 via operação que ainda depende de aval da ANP.

No Brasil, a Karoon opera o bloco S-M-1537, em Santos, com 100% de participação. Com relação à fase de produção, ela é operadora das áreas de desenvolvimento de Neon e Goiá, as quais anexaram as áreas de Neon Sul e Goiá Sul, respectivamente.

Fonte: Petróleo Hoje | Ana Luísa Egues