Notícias > Notícias ABESPetro

06/03/2020

CEO da Exxon destaca planos para o Brasil

Mais notícias

Darren W. Woods fez apresentação a investidores na bolsa de valores de Nova York


O CEO da ExxonMobil, Darren W. Woods, destacou, durante apresentação para investidores na bolsa de valores de Nova York (NYSE), na última quinta-feira (5/3), que a companhia planeja ampliar a atividade exploratória no Brasil neste ano e em 2021.

Ele não deu detalhes sobre as atividades, mas, conforme publicado, a petroleira deve perfurar, ainda este ano, um poço na área Titã, na Bacia de Santos, que opera com 64% de participação em parceria com a QPI Brasil, que detém os 36% restantes.

Nos anos seguintes, a expectativa é que a Exxon perfure poços nos blocos SEAL-M-351 e SEAL-M-428, tendo em vista o vencimento do primeiro e segundo período exploratório das áreas. O pedido de licença das atividades foi submetido ao Ibama em setembro do ano passado.

Ao todo, a ExxonMobil protocolou no Ibama, desde 2018, cerca de três pedidos de licença ambiental envolvendo a perfuração de 33 poços no país, sendo 17 nas Bacias de Campos e Santos, 11 em Sergipe-Alagoas e cinco em Campos.

A companhia possui participação em 29 ativos no país, em 19 deles como operadora. Em 2019, a norte-americana arrematou blocos na 16ª Rodada de Concessões (100% no C-M-479) e no primeiro ciclo da oferta permanente (50% em SEAL-M-505, 575 e 367, como operadora), acrescentando mais de 450 mil acres ante total de 2,5 mil acres detidos no país.

Woods ainda mencionou que o desenvolvimento da primeira fase do campo de Bacalhau (descoberta de Carcará), onde é parceira da operadora Equinor, está progredindo dentro do cronograma planejado.

Capex

No mundo, a norte-americana planeja investimentos anuais de US$ 30-35 bilhões até 2025. Neste ano, o plano é investir US$ 33 bilhões.

Fonte: PetróleoHoje | Ana Luísa Egues