Notícias > Notícias ABESPetro

23/02/2018

Cerimônia marca posse da nova diretoria da ABESPetro

Mais notícias

A nova diretoria da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (ABESPetro) tomou posse durante uma cerimônia realizada na noite de ontem, quinta-feira (22). O evento aconteceu na Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa, no Rio de Janeiro, e reuniu cerca de 200 pessoas, entre associados, empresários e autoridades.

Conduzida pelo Secretário Executivo da ABESPetro, Gilson Freitas Coelho, a cerimônia teve início com a assinatura do termo de posse da nova Diretoria e do Conselho Fiscal da ABESPetro, para o biênio 2018-2019.

A nova diretoria da associação foi oficialmente constituída em 21 novembro de 2017, através de uma Assembleia Geral Extraordinária que elegeu os seus novos integrantes. A ABESPetro, desde então, tem como Diretor-presidente o head de óleo e gás da Siemens, Claudio Makarovsky.

Diretoria: Alejandro Duran (BHGE) Claudio Makarovsky (Siemens), Gilberto Cardarelli (Brasco), José Mauro Ferreira (TechnipFMC), Rodrigo Ribeiro (Queiroz Galvão Óleo e Gás) e Telmo Ghiorzi (Aker Solutions).

Conselho Fiscal: Edmundo Falcão (Sapura), Geisa Campos (Fugro),  Leonardo Guimarães (Frank’s), Jorge Mitidieri (Ocyan), David Richardson (Transocean) e Felipe Baldissera (Modec).

Durante seu pronunciamento, o Diretor-presidente da ABESPetro, Claudio Makarovsky, disse que conseguimos “em pouco mais de 1 ano e meio sair de uma crise sem precedentes, provocada pela queda abrupta dos preços do petróleo e também por fatores externos à dinâmica própria do setor. O processo todo foi profundamente eficaz no que diz respeito a nos educar e alertar para a necessidade de mudar, de desafiar as restrições, de ter humildade e de ter coragem”.  

ABESPetro homenageia destaques da indústria de O&G

Como forma de celebrar e reconhecer o marco da retomada da indústria de petróleo e gás no Brasil, a ABESPetro homenageou autoridades que desempenharam papel fundamental nesse momento de fortalecimento e consolidação de medidas que visam a reaquecer essa indústria, como a desobrigação da Petrobras como operadora única do pré-sal; previsibilidade nos leilões até 2019; extensão do Repetro até 2040; nova negociação do excedente da Cessão Onerosa, entre outras iniciativas.

Entre os homenageados que receberam a placa “Destaques da Indústria de Bens e Serviços de Óleo e Gás no Brasil”, estavam o Presidente da República, Michel Temer, o Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, o Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, o Prefeito de Macaé, Dr. Aluízio dos Santos Júnior e o Diretor-Geral da ANP, Décio Oddone.

O Ministro Moreira Franco recebeu a placa de homenagem pelo Presidente Temer, que não pode comparecer à cerimônia. Para Moreira Franco, “o mérito é do governo Michel Temer, que instituiu como prioridade a geração de riquezas, empregos e tecnologia para o crescimento do Brasil”.

Nova agenda da ABESPetro: “10 anos em 4”

“É nesse cenário, e inspirados em passagens históricas em que o Brasil mostrou sua capacidade de auto-superação, que estamos trazendo o desafio dos “10 anos em 4”. O período entre a assinatura de um contrato de concessão e o início da produção de óleo é de cerca de 10 anos, no Brasil. Sabemos, contudo, pelo exemplo de outras regiões petrolíferas do mundo e pela análise técnica das atividades industriais que ocorrem nesta etapa, que é viável reduzir para 4 anos este período. Isto implicará aumento disruptivo na velocidade de geração de empregos, de arrecadação, e de desenvolvimento das inovações que vão transformar o sistema produtivo, que tem a Abespetro como um de seus mais relevantes representantes, em exportador, robusto e estável”, disse Claudio Makarovsky.

A ABESPetro é atualmente constituída por 45 associadas, e orgulha-se de sua representatividade, pois reúne em território nacional as principais empresas do setor bens e serviços de petróleo e gás do mundo.